Fundação Oswaldo Cruz

Webmail

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ

Monografias da Biblioteca de História das Ciências e da Saúde

 

 Estes são os novos títulos incorporados ao acervo da Biblioteca de História de Ciências e da Saúde em Maio de 2018.

 

 

 

 

1. ALVES, Maria Helena Moreira; EVANSON; Philip; MOURA, Fernando. Vivendo no fogo cruzado: moradores de favela, traficantes de droga e violência policial no Rio de Janeiro. São Paulo: Unesp, 2015. xxv, 360 p.

 

2. ARÓSTEGUI, Julio; DORE, Andréa. A pesquisa histórica: teoria e método. Bauru: EDUSC, 2006. 591 p.

 

3. AZEVEDO, Cecília et al. Cultura política, memória e historiografia. Rio de Janeiro: FGV, 2009. 544 p.

 

4. BAUMAN, Zygmunt. Em busca da política. Rio de Janeiro: Zahar, 2000. 213 p.

 

5. CÁNDIDA SMITH, Richard. Circuitos de subjetividade: história oral, o acervo e as artes. Rio de Janeiro: Letra e Voz, 2012. 236 p.

6. CHAUVEAU, A. (Org.). Questões para a história do presente. São Paulo: EDUSC, 1999. 130 p. . (História).

7. CONGRESSO BRASILEIRO DE SAÚDE COLETIVA, 7. Programação. [Brasília, D. F.]: Ministério da Saúde, [2003]. 247 p.

 

8. DELGADO, Lucilia de Almeida Neves; FERREIRA, Marieta de Moraes. História do tempo presente. Rio de Janeiro: FGV, 2014. 315 p.

 

9. DEMO, Pedro. Cidadania pequena. Campinas-SP: Autores Associados, 2008. 118 p.(Polêmicas do Nosso Tempo, 80).

 

10. DONALISIO, Maria Rita. O dengue no espaço habitado. São Paulo: HUCITEC, 1999. 195 p. (Saúde em Debate, 116).

 

11. MARTÍNEZ TORRES, Eric. Dengue. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 2005. 343 p.

 

12. MELLO, Claudio Prado de. Arqueologia urbana no Rio de Janeiro: da pré-história ao Rio vitoriano. S.l: s.n, 2016. 64 p.

 

13. MOREIRA, Almerinda. Profissionalização da enfermagem brasileira: o pioneirismo da Escola de enfermagem Alfredo Pinto (1890-1920). São Paulo: s.n., 2003. 253 p. Tese.

 

14. MURICY, Katia. Alegorias da dialética: imagem e pensamento em Walter Benjamin. Rio de Janeiro: Nau, 2009. 264 p.

 

15. PASSERINI, Luisa. A memória entre política e emoção. São Paulo: Letra e Voz, 2011. 236 p.

 

16. PATAI, Daphne. História oral, feminismo e política. São Paulo: Letra e Voz, 2010. 163 p.

17. PERRUSO, Marco de Antonio. Em busca do "novo": intelectuais brasileiros e movimentos populares nos anos 1970/1980. São Paulo: Annablume, 2009. 284 p.

 

18. PRONKO, Marcela et al. A formação de trabalhadores técnicos em saúde no Brasil e no Mercosul. Rio de Janeiro: FIOCRUZ/EPSJV, 2011. 301 p.

 

19. SANTOS, Milton. Da totalidade ao Lugar. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008. 176 p.

 

20. SEMINÁRIO NACIONAL SOBRE ESCASSEZ. Provimento e Fixação de Profissionais de Saúde em Áreas Remotas e de Maior Vulnerabilidade. Relatório síntese. Brasília, D. F: Ministério da Saúde, 2012. 240 p. (Série D. Reuniões e Conferências).

 

21. SCHMITZ, Guilherme de Oliveira; ROCHA, Rafael Assumpção (Org.). Brasil e o sistema das Nações Unidas: desafios e oportunidades na governança global. Brasília: Ipea, 2017. 518 p.

 

22. VILHENA, Mario. Viver. São Paulo: Inteligencia, 1938-1939. ca574 p.